traduzir

Biografia

Daniel Savage recebeu seu Ph.D. em Farmacologia pela Universidade da Pensilvânia. Após seu treinamento de pós-doutorado na Duke University, ele ingressou no Departamento de Farmacologia da UNM School of Medicine em 1983. Ele foi o Presidente Fundador do Departamento de Neurociências da UNM em 1997 e atuou como seu Presidente até 2019. Ele também é o Diretor do Centro de Pesquisa do Álcool do Novo México, um Centro Especializado de Pesquisa do Álcool designado pelo NIAAA, cujo foco é o Transtorno do Espectro Fetal do Álcool.

Áreas de especialidade

Farmacologia do receptor do neurotransmissor
Plasticidade sináptica hipocampal
Farmacologia Comportamental
Transtorno do Espectro Fetal do Álcool

Educação

Pós-doutorado, Behavioral Neuroscience (1982):
Duke University
Durham, NC

Phd, Pharmacology (1980):
Universidade da Pensilvânia
Philadelphia, PA

BS, Biology (1973):
Universidade de Richmond
Richmond, VA

Conquistas e prêmios

  • Prêmio Professor Emérito, Escola de Medicina da UNM - 2015
  • Prêmio Henry Rosett de Excelência em Pesquisa de Distúrbios do Espectro Fetal do Álcool - 2011
  • A. Prêmio Earl Walker de Excelência em Pesquisa em Neurociência na UNM - 2007
  • Prêmio “Professor do Ano”, Currículo de Graduação em Medicina de Fase I - 1999
  • Prêmio de Professor de Regentes, Conselho de Regentes da UNM - 1996
  • Prêmio “Uma Maçã para o Professor” de Excelência no Ensino da Faculdade de Medicina - 1994
  • Prêmio "Uma Maçã para o Professor" de Excelência em Ensino de Graduação Biomédica - 1993
  • Prêmio Dean's Fellowship para Pesquisa Biomédica, UNM School of Medicine - 1991

Publicações Chave

  • Sutherland, RJ, McDonald, RJ e Savage, DD: A exposição pré-natal a níveis moderados de etanol pode ter efeitos de longa duração na plasticidade sináptica do hipocampo na prole adulta. Hipocampo. 1997; 7 (2): 232-8. doi: 10.1002 / (SICI) 1098-1063 (1997) 7: 2 <232 :: AID-HIPO9> 3.0.CO; 2-O. PMID: 9136052.
  • Costa, ET, Olivera, DS, Meyer, DA, Ferreira, VMM, Soto, EE, Frausto, S., Browning, MD, Savage, DD e Valenzuela, CF: A exposição ao álcool fetal altera a modulação dos neuroesteróides dos receptores NMDA do hipocampo. J Biol Chem. 2000 de dezembro de 8; 275 (49): 38268-74. doi: 10.1074 / jbc.M004136200. PMID: 10988286.
  • Savage, DD, Becher, M., de la Torre, AJ e Sutherland, RJ: Efeitos dose-dependentes da exposição pré-natal ao etanol na plasticidade sináptica e aprendizagem em prole madura. Alcohol Clin Exp Res. Novembro de 2002; 26 (11): 1752-8. doi: 10.1097 / 01.ALC.0000038265.52107.20. PMID: 12436066.
  • Hamilton, DA, Kodituwakku, P., Sutherland, RJ e Savage, DD: Crianças com Síndrome de Álcool Fetal são prejudicadas na aprendizagem local, mas não na navegação com indicação em uma tarefa virtual de água em Morris. Behav Brain Res. 2003 de julho de 14; 143 (1): 85-94. doi: 10.1016 / s0166-4328 (03) 00028-7. PMID: 12842299.
  • Varaschin RK, Akers KG, Rosenberg MJ, Hamilton DA, Savage DD.  Efeitos do agente de aumento da cognição ABT-239 nos déficits induzidos por etanol fetal na plasticidade sináptica do giro dentado.  J Pharmacol Exp Ther. Julho de 2010; 334 (1): 191-8. doi: 10.1124 / jpet.109.165027. Epub 2010, 22 de março. PMID: 20308329
  • Savage DD, Rosenberg MJ, Wolff CR, Akers KG, El-Emawy A, Staples MC, Varaschin RK, Wright CL, Seidel JL, Caldwell KK, Hamilton DA.  Efeitos de um novo agente de aprimoramento da cognição nos déficits de aprendizagem induzidos por etanol fetal.  Alcohol Clin Exp Res. Out 2010; 34 (10): 1793-802. doi: 10.1111 / j.1530-0277.2010.01266.x. Epub 2010 de julho de 9. PMID: 20626729. 

Género

Ele, ele

Idiomas

  • Inglês

Pesquisa

Nossa pesquisa examina se o consumo de quantidades moderadas de etanol durante a gravidez resulta em danos de longa duração na função cerebral em filhos expostos ao etanol. Usando um modelo de rato de exposição pré-natal moderada ao etanol, observamos mudanças neuroquímicas sutis, mas persistentes, no cérebro dos filhos. Essas mudanças ocorrem em regiões específicas do cérebro envolvidas na consolidação da memória, tanto em ratos quanto em humanos. As alterações neuroquímicas causadas pela exposição pré-natal ao etanol diminuem a potenciação dependente da atividade da comunicação sináptica entre os neurônios que leva a déficits funcionais nessas regiões cerebrais. Acreditamos que essas mudanças podem contribuir para as dificuldades de aprendizagem observadas em crianças cujas mães beberam durante a gravidez. Nossos estudos atuais incluem a triagem pré-clínica de supostos agentes terapêuticos para o tratamento de déficits de aprendizagem pré-natal induzidos por etanol e o desenvolvimento de novos biomarcadores para a detecção precoce de danos cerebrais funcionais induzidos por álcool pré-natal.

Cursos ensinados

  • Neurofarmacologia Médica
  • Princípios de Farmacologia Médica
  • Princípios de Neurobiologia
  • Neurotoxicologia do desenvolvimento
  • Neuroquímica e Neurofarmacologia
  • Princípios de Neurofarmacologia