Biografia

O Dr. Piccirillo é Professor Assistente de Biologia Celular e Fisiologia na Escola de Medicina da Universidade do Novo México, com uma nomeação secundária no Departamento de Neurocirurgia.

O Dr. Piccirillo formou-se na Universidade de Milão (Itália) em Biotecnologia Médica em 2003 e obteve o doutorado. em Medicina Translacional e Molecular em 2008 na Universidade de Milan-Bicocca.

Por seu treinamento de pós-doutorado, a Dra. Piccirillo recebeu uma bolsa Marie Curie Intra-European Fellowship em 2010 e trabalhou como Pesquisadora Associada no Departamento de Neurociências Clínicas da Universidade de Cambridge (Reino Unido). Em fevereiro de 2011, ela foi eleita pesquisadora do Hughes Hall, uma das 31 faculdades de Cambridge. Em 2013, o Dr. Piccirillo iniciou uma colaboração com o University of Texas Southwestern Medical Center em Dallas (EUA) e visitou a instituição entre 2014-2016 como Visiting Senior Scientist.

Em 2016, a Dra. Piccirillo foi recrutada para o UT Southwestern Medical Center como membro do corpo docente de medicina interna e em 2018 foi promovida a professora assistente na mesma instituição. Em 2019, o Dr. Piccirillo ingressou no Centro de Ciências da Saúde da Universidade do Novo México como Professor Assistente de Posse no Departamento de Biologia Celular e Fisiologia e Membro Titular do UNM Comprehensive Cancer Center.

Declaração pessoal

Minha pesquisa nos últimos dezessete anos teve um foco principal na relação entre o genótipo e o fenótipo das chamadas 'células-tronco cancerosas' no tumor cerebral mais agressivo em adultos, ou seja, o glioblastoma (GBM). Durante meu doutorado na Universidade de Milan-Bicocca (Itália), meu trabalho se concentrou nos principais mecanismos regulatórios de células-tronco de autorrenovação e diferenciação que são sequestrados por células tumorais. Em particular, identificamos uma nova abordagem terapêutica baseada na indução de diferenciação em células GBM e determinamos o in vivo eficácia de uma terapia de pró-diferenciação usando modelos de xenoenxertos derivados de pacientes (Piccirillo SG et al., natureza 2006). Este trabalho levou a um pedido de patente e ao desenvolvimento de um agente terapêutico pró-diferenciador que atualmente é testado em um ensaio clínico de Fase I.

Minha pesquisa também contribuiu para revelar que células-tronco cancerígenas fenotipicamente e geneticamente distintas coexistem no mesmo GBM (Piccirillo SG et al., Oncogene 2009) e em áreas de doença residual, como a margem do tumor (Piccirillo SG et al., Br J Cancer 2012) e a zona sub-ventricular dos ventrículos laterais (Piccirillo SG et al., Pesquisa de câncer 2015). As células-tronco cancerosas dessas áreas contribuem para as trajetórias evolutivas específicas do paciente de crescimento de GBM e semeiam o tumor recorrente que é inevitável em pacientes com GBM (Spiteri I., et al., Annals of Oncology 2019). Todas essas descobertas de meus trabalhos de doutorado e pós-doutorado foram publicadas em revistas internacionais revisadas por pares, incluindo meus dois primeiros manuscritos como co-autor sênior e co-autor correspondente.

O foco de pesquisa do meu laboratório é a análise das consequências funcionais da extensa heterogeneidade genética e fenotípica do GBM. Em particular, estamos interessados ​​em investigar o impacto da heterogeneidade intratumoral na resistência terapêutica e no crescimento do tumor após o tratamento. Integramos medições genômicas com a análise fenotípica de células-tronco cancerosas e usamos essas informações para obter insights mecanicistas sobre o desenvolvimento de resistência terapêutica.

Áreas de especialidade

  • Tumores cerebrais
  • Células-tronco neurais
  • Genômica do câncer

Conquistas e prêmios

  • 2021 - Prêmio Translational Adult Glioma, The Ben and Catherine Ivy Foundation
  • 2021 - AACR-Novocure Tumor Treating Fields Subsídio de Pesquisa Independente para Investigadores, Associação Americana para Pesquisa do Câncer e Novocure
  • 2019 - Prêmio Gianni Bonadonna para o Desenvolvimento de Novos Medicamentos em Oncologia, Fundação Gianni Bonadonna e Grupo Prada
  • 2017 - Prêmio DocStars, The Cary Council - Southwestern Medical Foundation
  • 2016 - New Investigator Research Award, Cancer Research UK para apoiar o projeto colaborativo com UT Southwestern Medical Center
  • 2014 - Master of Arts (Honorário), University of Cambridge, UK
  • 2011-2016 - Bolsa de Pesquisa no Hughes Hall College, Cambridge, Reino Unido
  • 2011-2013 - Bolsa Intra-Europeia Marie Curie para Desenvolvimento de Carreira, Comissão Europeia
  • 2010 - Prêmio Jovem Investigador, Sociedade Britânica de Neuro-Oncologia e Pesquisa de Tumor Cerebral, Reino Unido
  • 2007 - Melhor Jovem Pesquisador Italiano, Prêmio Premio Sapio

Publicações Chave

  • Piccirillo SG, Reynolds BA, Zanetti N., Lamorte G., Binda E., Broggi G., Brem H., Olivi A., Dimeco F., Vescovi AL (2006). As proteínas morfogenéticas ósseas inibem o potencial tumorigênico das células iniciadoras de tumor do cérebro humano. natureza444 (7120), 761-765.
  • Piccirillo SG, Combi R., Cajola L., Patrizi A., Redaelli S., Bentivegna A., Baronchelli S., Maira G., Pollo B., Mangiola A., DiMeco F., Dalprà L., Vescovi AL (2009) . Pools distintos de células-tronco cancerígenas coexistem dentro de glioblastomas humanos e exibem tumorigenicidade diferente e evolução genômica independente. Oncogene28 (15), 1807-1811.
  • Piccirillo SG, Dietz S., Madhu B., Griffiths J., Price SJ, Collins VP, Watts C. (2012). A amostragem cirúrgica guiada por fluorescência de glioblastoma identifica populações de células iniciadoras de tumor fenotipicamente distintas na massa e margem do tumor. Br J Cancer107 (3), 462-468.
  • Piccirillo SGª, Spiteri I., Sottoriva A., Touloumis A., Ber S., Price SJ, Heywood R., Francis NJ, Howarth KD, Collins VP, Venkitaraman AR, Curtis C., Marioni JC, Tavaré S., Watts C .ª (2015). Contribuições para a resistência aos medicamentos em glioblastoma derivado de células malignas na zona subependimal. Pesquisa de câncer, 75 (1), 194-202. (ª co-autor correspondente)
  • Spiteri I., Caravagna G., Cresswell GD, Vatsiou A., Nichol D., Acar A., ​​Ermini L., Chkhaidze K., Werner B., Mair R., Brognaro E., Verhaak RGW, Sanguinetti G., Piccirillo SGM*, Watts C. *, Sottoriva A. *. (2019). Dinâmica evolutiva da doença residual em glioblastoma humano. Annals of Oncology, 30 (3), 456-463. (* co-autor e co-autor correspondente).

Gênero

Feminino

Idiomas

  • Inglês, Italiano